Roteiros, Viagem

Conheça os principais portos de cruzeiro do mundo!

outubro 8, 2018
Conheça os principais portos de cruzeiro do mundo
Tempo de leitura 16 min

Navegar pelos mares do planeta, aportar nos lugares mais exuberantes e famosos do mundo, sentir uma incrível sensação de liberdade ao mesmo tempo em que se surpreende com a cultura e os pontos turísticos oferecidos por diversos países. Essa não é a descrição da vida de um marinheiro, mas uma experiência vivida por pessoas que conhecem os principais portos de cruzeiro do mundo.

Gostaria de embarcar também em uma dessas viagens sensacionais? Então, para aumentar a sua vontade, elencaremos os portos mais prestigiados do mundo. Ao falar de cada um deles, revelaremos detalhes que farão você imaginar o que lhe espera ao fazer um cruzeiro. Preparado? Então vamos lá!

Os principais portos de cruzeiro do mundo

Ao ler os próximos tópicos, queremos que se sinta como um hóspede de um dos navios da Royal Caribbean. Sendo assim, tente idealizar algumas sensações, ou seja, faça um quadro mental.

Imagine-se olhando pela janela de sua acomodação, enquanto a brisa marítima toca o seu rosto. Daí, você desce do cruzeiro e conhece os atrativos do lugar e se encanta com as pessoas, as cores, os cheiros e a arquitetura dali. Vamos fazer esse tour mental a partir do próximo tópico?

San Juan – Porto Rico

San Juan, Porto Rico

Podemos dizer que a cidade de San Juan, capital de Porto Rico, é um lugar que estimula os cinco sentidos do viajante. Assim que desce do navio, o visitante percebe as cores vibrantes nas fachadas dos prédios do centro histórico. Essa riqueza está preservada desde o século XVI.

Caminhando por esse local, você verá vários casarões, praças e fortalezas que parecem contar silenciosamente sobre a raiz dos costumes e tradições do povo porto-riquenho. Existem duas edificações que se destacam dentro desse perímetro histórico: uma é a fortaleza Castillo San Felipe Del Morro, que foi construída para proteger a parte noroeste de San Juan.

Devido a sua importância, em 1983 foi declarada Patrimônio da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO). Além do contexto histórico, o visitante tem uma vista linda da baia de San Juan. Outra fortaleza é a Castillo de San Cristóbal, também um Patrimônio da Humanidade e permanece de frente para o oceano há vários séculos.

Quanto às belezas naturais, San Juan não deixa a desejar. Essa cidade é dona do Bosque Nacional do Caribe, que tem 115 mil metros quadrados de área verde preservada e proporciona um passeio relaxante em contato com a natureza.

Há aqueles que gostam de andar de bicicleta pela reserva Piñones. O motivo é o belo cenário que conta com um bosque de mangue margeando lindas praias oceânicas. Que oportunidade de reunir a família para uma atividade descontraída!

Como é de se esperar de um lugar da região do Caribe, San Juan tem belas praias de águas cristalinas, por exemplo, a de Isla Verde, o Balneário El Escabrom e a Carolina Beach. Todas essas praias oferecem ao visitante descanso e atividades ao ar livre, como o Kit Surf.

E o que dizer da culinária porto-riquenha? Simplesmente multicultural, com várias influências indígenas, africanas e espanholas. Desse modo, pratos com base nos frutos do mar são servidos nos muitos restaurantes da cidade.

Entre essas delícias está a lagosta com mofongo. Esse prato une esse valorizado fruto do mar com um purê de banana da terra. Para os amantes do café, a cidade tem estabelecimentos que disponibilizam o puro café de Yauco — famoso por seu singular sabor.

Fort Lauderdale – EUA

Fort Lauderdale - EUA

Esse porto é um dos mais movimentados do mundo. Um detalhe interessante é que o Fort Lauderdale é localizado em Miami nos Estados Unidos da América e, devido a sua proximidade com o Caribe, é um dos pontos de partida para os cruzeiros que seguem para esse paraíso tropical.

Assim como em San Juan, Fort Lauderdale tem belas praias que atraem visitantes do mundo todo. Uma dessas é a famosa Fort Lauderdale Beach que oferece uma infraestrutura para ninguém colocar defeito.

Nos seus mais de três quilômetros de extensão, a praia é acompanhada por um calçadão com bares, restaurantes, lojas, espaço para caminhar, pedalar, fazer piquenique e um parque para as crianças brincarem. Depois de percorrer apenas 9,6 quilômetros, encontrará outra praia badalada e muito visitada: a Hollywood beach. Ela também oferece um calçadão com vários tipos de serviços e atrações.

Muitos turistas gostam de conhecer o Internacional Swimming Hall of Fame. Nesse memorial, vários esportistas, treinadores e outros entusiastas dos esportes aquáticos são homenageados e imortalizados em exposições.

Se gostar de locais naturais, você pode visitar o Everglades Nacional Park — região pantanosa formada por cinco biomas. Além da belíssima vegetação, é fácil ver vários tipos de animais, como onças, veados, aves e crocodilos. É claro, com toda a segurança dada pelas cercas de proteção e passarelas.

Uma das atividades mais apreciadas é um passeio de aerobarco que dura cerca de 30 minutos e aproxima os visitantes da vida natural de Everglades. Outro roteiro de barco é o que segue os canais à beira da Rivewalk até o porto Everglades. Durante esse passeio, um áudio descreve um pouco da história dos locais percorridos.

Muito bom é visitar a exposição de répteis de Sawgrass. Ali, você terá a oportunidade de conhecer de perto vários representantes da natureza e também de tocar ou segurar um pequeno crocodilo. Tem coragem?

Caso sinta aquela fome comum durante os passeios, pode ficar à vontade para fazer uma pausa nos incríveis restaurantes de Fort Lauderdale. Um dos pratos mais procurados é o sanduíche de garoupa com fritas. Esse peixe é bem popular e aparece em muitas outras receitas da cidade.

Melbourne – Austrália

Melbourne, Austrália

O próximo da lista de principais portos de cruzeiro é o de Melbourne, na Austrália. Muitos lugares deslumbrantes e bonitos aguardam os visitantes. Essa cidade é predominantemente urbana, mas respeita bem as pessoas que transitam por ela. Um exemplo disso são as pequenas ruas que não permitem o acesso de carros, apenas de pedestres.

Como exemplo, podemos citar as vias Center Place e a Hosier Lane. Ambas são repletas de restaurantes, cafeterias e artes visuais urbanas. É preciso conhecer também o Zoológico de Melbourne, que abriga mais de 350 espécies de animais, como os wombats (roedores típicos da região) e os wallabies (espécie da família dos cangurus e wallarus).

Para saber um pouco sobre a história dos primeiros colonizadores da cidade, vale a pena passar no Immigration Museum. Nesse local, é conservado um rico acervo histórico com fotos e objetos dos imigrantes que foram para a região em busca de uma boa qualidade de vida.

As praias estão no topo da preferência dos lugares mais disputados pelos turistas. Embora as águas sejam geladas, a vista e a infraestrutura são fenomenais. É isso que percebemos na praia de St. Kilda, que é cercada de bons restaurantes, bares e um píer apropriado para uma caminhada enquanto aprecia o lindo visual.

Um destaque especial é para o deslumbrante pôr do sol que mais parece um convite para os pinguins saírem da água e descasarem em seus ninhos. Agora, se o seu desejo é um pouco mais de aventura, pode ficar despreocupado. Nessa praia, é possível fazer um kite surfing safári ou uma volta de caiaque.

Entretanto, Melbourne tem um lugar que reúne atividades mais intensas com atrações tranquilas. Por exemplo, o rio Yarra — um dos afluentes mais importantes da cidade — permite que remadores cruzem suas águas praticando a canoagem.

Por outro lado, em Southbank, que é uma área na margem desse rio, as pessoas podem descansar e apreciar uma vista privilegiada da cidade. Além disso, Southbank tem restaurantes, cafés, pubs e um calçadão para caminhar e curtir os artistas de rua fazendo suas apresentações.

Nessa redondeza, está o belíssimo jardim botânico de Melbourne, que é um local com 38 hectares de ar puro e milhares de tipos de plantas nativas e exóticas. Também nas proximidades está o Melbourne Cricket Ground (o maior estádio de críquete do mundo) e um dos locais usados nas Olimpíadas de 1956.

Se quiser conhecer um lugar emblemático, é preciso percorrer a estrada Great Ocean que atravessa pequenas cidades, mirantes de paisagens cênicas, incríveis formações rochosas e vistas de tirar o fôlego.

É compreensível que alguns turistas gostem de fazer compras nessa cidade. Afinal, entre as esquinas das ruas Elizabeth e Victoria, encontra-se o Queen Victoria Market, no qual há centenas de vendedores oferecendo todos os tipos de produtos que possa imaginar.

Depois de passear pela cidade, seria conveniente que experimentasse a gastronomia australiana. Os melhores estabelecimentos culinários estão em St. Kilda e na Fitzroy Street. Ao chegar nesses lugares, não se impressione com a internacionalidade dos cardápios, pois uma marca de Melbourne é a diversidade de sabores étnicos.

Sendo assim, você terá a oportunidade de experimentar desde a tradicional comida italiana até a exótica gastronomia asiática. Contudo, a cozinha australiana tem os seus pratos típicos, como o carneiro assado temperado com menta, vinagre e acompanhado com batatas, ervilhas e cenouras.

Amsterdã – Holanda

Amsterdã, Holanda

Podemos dizer que a cidade de Amsterdã, na Holanda é o um dos portos de cruzeiros mais peculiares da Europa. Essa cidade é cortada por vários canais que mais parecem ruas. Por isso, a melhor maneira de conhecer Amsterdã é a bordo de um barco com teto de vidro que seria similar a pegar um táxi.

Sendo assim, é possível visualizar os antigos casarões e armazéns que guardavam muitas riquezas vindas do extremo oriente. Outro ponto turístico muito famoso é Margere Brug ou Skinny Bridge — uma ponte que conecta as margens do rio em Kerkstraat.

Além disso, em Amsterdã está localizada a casa de Anne Frank, na qual o visitante tem a oportunidade de conhecer o quarto secreto que escondeu essa jovem e sua família por dois anos durante horrores da segunda guerra mundial.

Outra atração imperdível são as estátuas de cera do museu Madame Tussauds, que, assim como em outras partes do mundo, podem ser vistas também em Amsterdã. É impossível não se impressionar com réplicas tão vívidas de personalidades famosas de todo o mundo.

Quer entender o estilo de vida holandês? Então, vá até o bairro Jordaan, um lugar cheio de pequenos prédios feitos de tijolinhos com janelas amplas e telhados triangulares. A tradicionalidade do Jordaan também é vista no estilo dos moradores, pois alguns ainda usam o klompen (tamanco de madeira), um ícone da cultura holandesa.

Seja a pé ou de bicicleta, o visitante encontrará muitas lojas de antiguidades, boutiques, galerias, cafés e outros lugares que são redutos frequentados por artistas populares. Lembra-se dos cinematográficos moinhos holandeses? Eles ficam em Zaanse Schans, e para chegar nesse lugar, basta pegar um trem na estação central de Amsterdã.

a gastronomia é um dos pontos altos de Amsterdã. Entre os pratos mais famosos estão o erwtensoep que é uma sopa de ervilha cremosa que leva salsicha e carne de porco. Há também o arenque, uma espécie de peixe muito comum na região entre os meses de maio e setembro, que é servido cru em salmoura e acompanhado com cebolas.

E não podemos deixar de citar o stamppot, apesar do nome complicado, é um picadinho com batata e legumes. E, por fim, a tão querida torta de maça holandesa, feita com uvas e canela, é um excelente pedido de sobremesa.

Para conhecer bem a gastronomia holandesa tradicional é bom passar no mercado Foodhallen, que é como uma vitrine que tem stands dos melhores restaurantes da cidade. Sendo assim, o visitante tem a comodidade de experimentar várias comidas saborosas em um só lugar.

Barcelona – Espanha

Barcelona, Espanha

Não há dúvidas de que a cidade de Barcelona, na Espanha, é um dos principais portos de cruzeiro do mundo. Bem pertinho do porto está o centro histórico da cidade, conhecido como ciutat vella. Prepare-se para uma caminhada por ruelas antigas e muito charmosas. Aproveite também para admirar as construções centenárias e tomar um café nos muitos estabelecimentos locais.

Com um pouco mais de tempo, você chegará a Las Ramblas, a rua comercial mais famosa da cidade, que conecta a Plaça Catalunya ao antigo porto da cidade. Ao percorrê-la, se deparará com muitos turistas, artistas de rua e bares com terraços. Esse é um lugar muito agradável para degustar um famoso aperitivo típico chamado “tapas”.

Seguindo pela rota do modernismo, são apresentadas várias obras arquitetônicas dos mestres Antoni Gaudí e Aleix Muntaner. A principal delas é a sagrada família, uma catedral inacabada com oito torres e uma fachada exuberante.

Já que estamos falando de arte, a galeria de Picasso é um lugar de visitação obrigatória. Esse museu é um complexo com cinco grandes palácios de estilo gótico catalão e reúne mais de 3.500 obras feitas durante a juventude do famoso artista malaguenho Picasso.

Outros lugares emblemáticos em Barcelona são a Casa La Pedrera e a Casa Batlló, ambas ficam no centro da cidade e apresentam uma arquitetura belíssima. Aproveite também para conhecer o Parc Guell, o mais famoso e belo de Barcelona, declarado Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO.

Como bem divulgado, Barcelona é uma cidade litorânea, por isso tem praias muito famosas, como a Barceloneta. Muito frequentada por turistas, fica bem pertinho do centro da cidade e tem muitas opções de bares e restaurantes. Por esse motivo, é difícil encontrar um espaço na areia durante o verão.

Para sentir os sabores da culinária catalã, é preciso pedir o prato certo nos diversos restaurantes. Pode começar experimentando a paella, receita tradicional da Espanha, que é composta de frutos do mar, legumes misturados com arroz, açafrão e frango.

Igualmente saborosa é a escalivada, um prato feito com berinjela, cebola, pimentão assado e temperado com alho — geralmente é combinado com algum tipo de carne ou peixe.

Dubai – Emirados Árabes Unidos

Dubai, Emirados Árabes Unidos

O que espera uma pessoa que desembarca em Dubai? Talvez o que chame logo a atenção são os impressionantes e cintilantes arranha-céus que emergem acima das areias brancas do deserto. Porém, esse é apenas uma das exuberâncias dessa cidade.

Outro ponto turístico que é um dos principais cartões-postais é o conjunto de ilhas artificiais chamadas The Palm. Construídas em forma de árvore e cercadas por 12 quilômetros de uma barreira de arrecifes, é uma obra que poderá ser vista da lua. Outro local a ser visitado é o hotel Burj Al Arab, que apresenta uma bela curva arquitetônica parecendo ter sido feita pelo vento do deserto.

Poderá conhecer também a cidade litorânea de Jumeirah, que tem um cenário espetacular para ser apreciado. Ali você encontrará a bela mesquita de Jumeirah — uma oportunidade de visitar um dos poucos templos muçulmanos abertos para o público.

Quem pensa que no meio do deserto não tem aventura está muito enganado. Existe um passeio chamado dune dinner safari que permite ao hóspede do cruzeiro da Royal Caribbean dirigir um veículo com tração nas quatro rodas e, em poucas horas, explorar as dunas de areias douradas.

Após essa atividade, é servido um delicioso churrasco ao estilo árabe, com saladas, diversos tipos de carnes frescas e saborosas. Mas as atividades mais intensas não param por aí. Uma das mais disputadas é o skydive que oferece um salto de paraquedas sobre a ilha de Palm Jumeirah.

Para quem quer apreciar a vista aérea com menos emoção pode experimentar um sobrevoo de helicóptero ou de hidroavião. Também é muito legal fazer um tour pelos canais da cidade, como o Dubai Marina e o Creek. Para isso, existem vários barcos rápidos.

Quer uma atração diferente e muito divertida? Tente assistir a uma das tradicionais corridas de camelos, que é um dos passatempos favoritos da cidade. Com certeza, você já ouviu falar dos luxuosos tapetes persas, certo? Dubai é o lugar deles. É possível encontrar também no mercado local temperos, especiarias e ouro a varejo.

Entretanto, para ter a sensação de visualizar todos os produtos que Dubai tem a oferecer, é preciso conhecer o Mall of Emirates. Esse imenso shopping planejado tem mais de 200 lojas e é um chamariz para quem deseja comprar de tudo.

Já a gastronomia local é uma das mais ricas do mundo. E não faltam restaurantes sofisticados oferecendo uma grande variedade de pratos, como o machboos que mistura carnes com arroz, especiarias, cardamomo, canela, cravo, limão seco, lentilhas e passas amarelas.

Há também um delicioso sanduíche chamado de shawarma, que contém muitas carnes diferentes. Por outro lado, o khamir é um tipo de pão com queijo fresco muito consumido no café da manhã.

Cingapura

Cingapura

Um dos símbolos de Cingapura é o Thian Hock Keng (o templo da paz celestial), um dos mais antigos monumentos arquitetônicos chineses. São impressionantes também as áreas verdes urbanas, entre elas podemos destacar a reserva natural de Bukit Timah, na qual há muitas espécies de plantas, árvores, insetos e animais exóticos.

Outro reduto da natureza é o jardim botânico, que tem um estilo bem moderno e é a casa de uma das maiores coleções de orquídeas do planeta. E que tal conhecer a cidade de uma forma diferente? A roda-gigante Singapore Flyer é uma atração bem popular e permite o registro de fotos inesquecíveis da cidade.

Para quem quer se divertir, o destino é a ilha Sentosa. Nela, foram feitas praias artificiais e várias opções de atividades, como o salto de paraquedas indoor, o parque Universal Studios e o museu Madame Tussauds.

Já o Gardens by the bay é um espaço natural futurista com enormes árvores que fazem parte de um espetáculo noturno lindíssimo de luzes e música. Além disso, estufas reproduzem o clima de diversos países e os jardins verticais dão um toque elegante ao local.

Quando o assunto é comida, podemos dizer que Cingapura é a campeã de originalidade. Por exemplo, o chá bak kut teh é feito com o cozimento das costelas de porco, de alho e de uma variedade de ervas.

E o prato mais famoso de Cingapura é o caranguejo chili, que une esse fruto do mar com uma infinidade de ingredientes. Essa receita é bem picante e precisa ser consumida com a ajuda das mãos.

Enfim, navegar pelos portos do mundo é um privilégio que está à disposição dos hóspedes de um cruzeiro da Royal Caribbean. Como vimos, em cada desembarque, sensações novas e incríveis estão a sua espera. Então, por que adiar a realização dessa experiência única e marcante?

Gostou de conhecer os principais portos de cruzeiro do mundo? Já escolheu qual deles quer conhecer? Se ainda não, acesse o nosso site e encontre o ideal para viajar pelos lugares mais deslumbrantes do planeta!

Rating: 5.0/5. From 1 vote.
Please wait...

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up